Slide background

NOTA SOBRE MATÉRIA DE 12 DE JULHO EM OGLOBO

13 de julho de 2015

A defesa do ex-ministro José Dirceu refuta qualquer ilação de que os serviços de consultoria para a JAMP Engenharia não foram prestados e reafirma que não teve acesso ao conteúdo do relatório da Polícia Federal sobre a obra de Abreu e Lima nem tampouco ao depoimento, em acordo de delação premiada, do empresário Milton Pascowitch.

O presidente do Conselho da Engevix, Cristiano Kok, e ex-vice-presidente Gerson Almada já declararam à imprensa e à Justiça, respectivamente, que José Dirceu foi contratado com o propósito de expandir os negócios da construtora no exterior. Em seu depoimento aos investigadores da Operação Lava Jato, Almada foi enfático ao afirmar que nunca conversou com Dirceu sobre contratos da Petrobras ou ainda doações ao Partido dos Trabalhadores.

O contrato da JD Assessoria e Consultoria com a JAMP Engenharia teve o objetivo de seguir na prospecção de negócios para a Engevix no exterior, em especial no Peru, onde a construtora passou a atuar de forma efetiva após a contratação do ex-ministro. Não há, portanto, qualquer relação entre a consultoria prestada e os supostos desvios em contratos na construção da refinaria Abreu e Lima, como afirma a reportagem a partir do relatório da Polícia Federal.

A defesa do ex-ministro reitera que todas as informações sobre os contratos com Engevix e JAMP foram encaminhadas à Justiça e que José Dirceu já se colocou, em mais de uma oportunidade, à disposição da 13ª Vara Federal do Paraná para prestar todos os esclarecimentos necessários.

HABEAS CORPUS PREVENTIVO APRESENTADO À JUSTIÇA FEDERAL DO PARANÁ

02 de julho de 2015

Veja texto do blog sobre o pedido neste link e veja o pedido de habeas corpus preventivo, na íntegra, neste outro link

Nota à Imprensa – DEFESA DE DIRCEU REAFIRMA LEGALIDADE DE CONTRATOS

  30 de junho de 2015

A defesa do ex-ministro José Dirceu respondeu na noite desta terça-feira a uma nova rodada de questionamentos da imprensa sobre o acordo de delação premiada do empresário Milton Pascowitch.

Veja a íntegra da nota.

CONTRATO COM PASCOWITCH É LEGAL E DE CONHECIMENTO DA JUSTIÇA

  30 de junho de 2015

Os jornais publicam hoje informações sigilosas sobre o acordo de delação premiada assinado pelo empresário Milton Pascowitch, fazendo referência ao ex-ministro José Dirceu. A defesa do ex-ministro não comenta o conteúdo das informações porque, apesar dos vazamentos que chegam à mídia, o processo é sigiloso e o advogado Roberto Podval não tomou conhecimento sobre qualquer dado oficial relativo à delação do empresário. Clique aqui para ler a íntegra desta nota. E clique aqui para ler sobre o trabalho de consultoria do ex-ministro.

Carta aberta ao povo brasileiro

15 novembro 2013

Ainda que preso, permanecerei lutando para provar minha inocência e anular esta sentença espúria, através da revisão criminal e do apelo às cortes internacionais. Não importa que me tenham roubado a liberdade: continuarei a defender por todos os meios ao meu alcance as grandes causas da nossa gente, ao lado do povo brasileiro, combatendo por sua emancipação e soberania…

Dirceu_PF

Ainda sobre a austeridade

/
O absurdo dessa política monetária é que, além de deprimir ainda mais a econômica, aumentar o desemprego e reduzir a renda média, atingindo o mercado interno, não traz a inflação para o centro da meta. Os juros não afetam as principais causas da inflação de alimentos, preços monitorados e serviços. Fora o fato de que nossa economia não está aquecida, não há excesso de demanda nem crise na balança de pagamentos.

Sabesp, um exemplo da competência tucana.

/
Desde que abriu seu capital a empresa priorizou o pagamento de dividendos aos acionistas, em vez do investimento no sistema de abastecimento. Agora, anuncia o terceiro aumento na tarifa de água desde dezembro e a venda de ativos. A empresa vai receber recursos do governo federal para obras e planejamento, mas continua com a política de privilegiar os acionistas e prejudicar seus milhões de usuários em São Paulo.

Três entrevistas sobre políticas de austeridade

/
Três vozes críticas que defendem a necessidade de sair do ciclo dívida - redução dos investimentos públicos - aumento dos jutros - restrições ao crescimento, o samba de uma nota só do superávit para pagar dívidas. Aqui e no mundo.

Fome cai 82% em 12 anos no Brasil, afirma ONU.

/
De 2003 a 2014 o Brasil reduziu em 82% o número de pessoas em situação de subalimentação. No ano passado o país havia saído do Mapa da Fome da FAO. Este ano, é destaque novamente no relatório, por ter melhorado a quantidade de calorias disponíveis para cada brasileiro; porque ampliou o salário mínimo 72% acima da inflação e gerou empregos e, portanto, o acesso a alimentação; e porque alimenta diariamente 43 milhões de crianças por meio de recursos destinados à merenda escolar.

Mais um capítulo do folhetim "Diálogo entre Lula e FHC", publicado pela Folha.

/
A Folha de S.Paulo, em seu editorial de ontem (Acima dos Partidos), faz malabarismo para manter a versão que Lula procurou -- "sinais enviados por Lula", segundo o jornal -- Fernando Henrique Cardoso para um diálogo visando impedir o impeachment. Faz mais, pede um diálogo acima dos partidos. Como ninguém sabe, levando em conta o engajamento de FHC com o PSDB e de Lula com o PT.

Vito Giannotti. Morreu um bravo.

/
Faleceu, no dia 24 de julho, aos 72 anos, um dos mais dedicados, destemidos e criativos militantes sociais deste país, o italiano Vito Giannotti, brasileiro de coração. Era um revolucionário sem dogmas e preconceitos.

Vox Populi e a identidade política de Lula

/
Em texto publicado no final de semana pela Carta Capital, Marcos Coimbra, do Instituto Vox Populi, expõe números que demonstram, de acordo com ele, que Lula construiu uma base eleitoral muito grande em mais de 30 anos, uma identidade política que nenhum outro político tem e que a vasta maioria da opinião pública apoia o desempenho de Lula na Presidência. Ele dá o exemplo da resposta comparativa entre Lula e FHC sobre os pobres. Para 77%, Lula se preocupava com os pobres. Somente 6% acham o mesmo de FHC.

Amizade contra o ódio

/
Josué Medeiros é doutorando em Ciência Política pelo IESP/UERJ, pesquisador do Observatório Político Sul-Americano (OPSA)

O leitor irá encontrar nestes arquivos a história da luta que travei
nos últimos anos para provar minha inocência. São os textos de minha defesa,
além de depoimentos, artigos de minha autoria e de terceiros, análises e
outros materiais que restabelecem a verdade dos fatos.

 Tudo começou em 13 de fevereiro de 2004, com a publicação pela revista
Época de uma conversa gravada em vídeo de Waldomiro Diniz, então subchefe de
Assuntos Parlamentares da Secretaria de Coordenação Política e Assuntos Institucionais da
Presidência da República, com o bicheiro e empresário do ramo de
bingos Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira.

  • Discurso

    Íntegra do discurso do deputado José Dirceu
    na noite de 30 de novembro de 2005.

  • Linha do Tempo

    Linha do tempo: das primeiras tentativas para afastar
    José Dirceu do Governo à aceitação da denúncia pelo STF.

  • Denúncia

    O procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza,
    apresentou ao Supremo Tribunal Federal a denúncia
    contra José Dirceu e mais 39 pessoas.

  • Defesa e Memoriais

    Meus advogados de defesa José Luis de Oliveira Lima e Rodrigo
    Dall’Acqua entregaram ao Supremo Tribunal Federal
    minhas alegações finais na Ação Penal 470.

Vídeos