Energia: ao contrário da era FHC não temos racionamento nem apagão

Muito carnaval na mídia, muito papel e tinta gastos sobre as tarifas de energia elétrica, reajustes da conta de luz mais previstos do que confirmados e um ponto chama a atenção: a imprensa está certa em noticiar tudo, óbvio, mas continua a fazer com o mesmo viés de sempre, dando só um lado da história.

Nem cobramos que faça sempre, que não permaneça nesse eterno “depois pesos e duas medidas” contra os governos do PT, mas pelo menos uma vez na vida poderiam dizer porque o país chegou a essa situação em matéria de energia e a falta que faz o investimento não feito pelos governos tucanos nos 8 anos em que administraram o país.

Da forma como é noticiado, nada de novo, tudo dentro do previsto. Se usamos as usinas térmicas desde o ano passado e elas são mais caras e poluentes, pagamos duplamente: no meio ambiente e no bolso do contribuinte. Mas, pelo menos, não temos racionamento de energia e nem apagão.

Já o último racionamento decretado no país, o implantado no meio do 2º governo tucano de Fernando Henrique Cardoso, que durou dez meses meses – de dezembro/2000 a setembro/2001 – nos custou uma recessão  e um crescimento do desemprego brutais naqueles anos.

Agora, como temos as termoelétricas em funcionamento temos,  também, o gás para operá-las, o que não havia na era tucana (1995-2002). Podemos, assim, continuar a abastecer o país de energia. Até porque, nos governos do PT, interligamos o sistema de abastecimento de energia em nível nacional o que, também, não acontecia durante a era tucana.

Agora, nem apagão, nem racionamento,  o ponto central é outro: o importante é  continuar a diversificar a geração com investimentos em parques eólicos, em energia solar, em pequenas centrais hidrelétricas (PCHs) e terminar as hidrelétricas gigantes em obras  – Jirau  e Santo Antônio, em Rondônia, Belo Monte no Pará – e garantir a continuidade dos investimentos na área. Como os governos do PT, do ex-presidente Lula, da presidenta Dilma Rousseff têm feito. Já que os governos de FHC não fizeram….

1 responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>